São Paulo ainda tem 46 pontos de alagamento

São Paulo ainda tem 46 pontos de alagamento

Atualizado: Terça-feira, 11 Janeiro de 2011 as 8:29

A cidade de São Paulo ainda registrava 46 pontos de alagamento por volta de 8h20 desta terça-feira (11). Eles foram provocados pelo temporal que atingiu a Grande São Paulo na noite de segunda-feira (10) e provocou a morte de seis pessoas. Por causa desses reflexos da chuva, a CET registrava 89 km de congestionamento no horário.A marginal Tietê ainda era o pior local para os motoristas. Segundo o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências), órgão ligado à Prefeitura de São Paulo, a via apresentava oito pontos intransitáveis perto das seguintes pontes: Bandeiras (em ambos os sentidos), Vila Guilherme, Jânio Quadros, Freguesia do Ó, Remédios, Piqueri e Tatuapé.

Havia lentidão de 5 km no sentido Ayrton Senna, entre as pontes das Bandeiras e Júlio de Mesquita. No sentido contrário (Castello Branco), o motorista enfrentava 4,2 km de filas entre as pontes Jânio Quadros e Aricanduva. O rodízio de carros continua valendo nesta terça.

Ao longo da noite, desde o início da chuva, chegaram a ser registrados 120 pontos de alagamento em toda a cidade. Segundo o CGE, a cidade registrou um volume médio acumulado de chuva de 52 mm. As regiões mais afetadas foram a Bela Cintra, com 88,8 mm; a Lapa, com 83,6 mm e Santana, como 70,5 mm.

No acumulado dos dez primeiros dias deste mês, São Paulo já atingiu um volume acumulado de 204 mm. A média esperada para todo o mês de janeiro é de 239 mm. Há previsão de mais temporal no final da tarde desta terça-feira, segundo o CGE.    

veja também