MENU

São Paulo ganha hoje dois postos de visto para EUA

São Paulo ganha dois postos de visto para EUA

Atualizado: Segunda-feira, 7 Maio de 2012 as 8:11

Começam a funcionar nesta segunda-feira (7) os dois novos centros de solicitação de visto para os Estados Unidos instalados em São Paulo. Além deles, quatro outros centros vão ser inaugurados em diferentes capitais: Brasília, Belo Horizonte, Recife e Rio de Janeiro.

Os postos vão funcionar de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h, e aos domingos, das 13h às 18h. Serão dois endereços na capital paulista: um na Avenida José Maria Whitaker, 370, no bairro da Saúde, na Zona Sul; e outro na Avenida São Gualter, 308, no Alto de Pinheiros, Zona Oeste.

Desde o dia 30 de abril, os pedidos de visto passaram a ser feitos em duas etapas. A primeira delas exige agendamento do pedido de visto via internet, pelo site http://brazil.usvisa-info.com. Os solicitantes vão receber um número para monitorar o seu pedido e saber se foi liberado, se está tramitando etc.

A partir deste ponto, a pessoa vai a um dos dois centros para entregar documentos, foto e recolher as dirigais, na data agendada. Nem todos vão ter que passar pela segunda etapa, que consiste em uma entrevista com um vice-cônsul americano. Casos de renovação de visto de turismo e negócios vencidos há no máximo quatro anos, por exemplo, não exigem a entrevista, que é feita no consulado.

A criação dos postos de pedido de visto faz parte de um plano maior, para reduzir as filas e a espera para retirar o documento. A previsão do Consulado Geral dos EUA em São Paulo é diminuir as filas atuais, que duram três horas, para no máximo 30 minutos nos novos postos.

Somados, os dois centros de visto terão 49 balcões de atendimento, mais do que o dobro dos 20 atualmente disponíveis no consulado. "Dividir as duas funções vai nos dar capacidade para atender mais pessoas no mesmo espaço. Até agora, chegamos quase no limite [de lotação]", disse o cônsul-geral dos EUA em SP, William Popp, em entrevista ao G1 no dia 23 de abril.

Taxa única

O solicitante passará a pagar uma taxa única pelo visto, de R$ 307,70 (US$ 160). O pagamento poderá ser feito por boleto gerado no site ou telefone, diferentemente do que ocorre hoje, em que é obrigatório pagar no Citibank com o passaporte. Quem for pedir visto também não precisa mais se preocupar em levar foto 5x7, que vai passar a ser tiradas no centro de atendimento, de graça.

A entrevista com um vice-cônsul é obrigatória para todos que forem retirar o visto pela primeira vez. A entrevista precisa ser agendada até oito dias após a entrega dos papéis nos novos postos.

A gestão dos novos postos é terceirizada e é feita por uma empresa americana, a CSC, que é a mesma que cuida do sistema em outros países, como México e Chile. A meta é atender até 4,5 mil pedidos de visto por dia até o fim de junho em São Paulo, 30% a mais do que a média atual de 3,5 mil, afirma o cônsul-geral.

Desde 2009, São Paulo é o maior emissor de vistos para turistas do mundo, segundo o Departamento de Estado dos EUA. Foram pedidos 945 mil documentos no ano passado, 51% a mais do que em 2010. A expectativa do consulado norte-americano em São Paulo é conseguir processar até 1,8 milhão de pedidos de visto por ano até 2013.

veja também