MENU

São Paulo tem 3 milhões de pessoas em moradia inadequada, diz estudo

São Paulo tem 3 milhões de pessoas em moradia inadequada, diz estudo

Atualizado: Quarta-feira, 22 Setembro de 2010 as 5:51

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, recebeu nesta quarta-feira (22) o Plano Municipal de Habitação, um estudo inédito que reúne dados de todas as favelas, cortiços, loteamentos irregulares e áreas de risco do município, mapeados por técnicos da prefeitura. O estudo revela que 809.419 famílias ou 3 milhões de pessoas vivem em situação inadequada em São Paulo.

Faltam neste momento 130 mil unidades habitacionais para atender famílias que estão em áreas de risco. E a cidade terá de construir outras 610 mil novas moradias até 2024 para novas famílias com renda inferior a três salários mínimos.

O plano sugere maior participação dos governos federal e estadual no financiamento de novas habitações. O prefeito Gilberto Kassab afirmou que a cidade está no limite de sua capacidade financeira. "Eu diria que falta participação maior de recursos públicos. Estamos no limite porque a cidade tem outras demandas", disse.

Segundo a Prefeitura, o total de moradias a serem construídas demandará 39 km² de terreno e R$ 58 bilhões. Atualmente, 71% dos investimentos em habitação na capital são municipais, 10%, estaduais e 19%, federais. Para atender à nova demanda, serão necessários mais recursos, no valor de R$ 3,4 bilhões ao ano. O plano propõe que  26% do valor seja bancado pelo poder municipal, 12%  pelo estadual e 62%  pelo federal.

A Prefeitura estima atender 170 mil famílias até 2012, com a construção de unidades habitacionais e com obras de urbanização e regularização.

fonte: G1

Postado por:Guilherme Pilão

veja também