MENU

'Se chover novamente, não tem para onde escorrer a água', diz bombeiro

'Se chover novamente, não tem para onde escorrer a água', diz bombeiro

Atualizado: Quinta-feira, 13 Janeiro de 2011 as 3:02

A Defesa Civil do Rio de Janeiro fez uma transmissão de vídeo ao vivo pelo Twitter por volta das 11h20 da manhã desta quinta-feira (13). O coronel Domingues, do Corpo de Bombeiros, respondeu perguntas de internautas por cerca de 45 minutos.

Ele disse que a situação na Região Serrana do Rio é crítica, principalmente nas cidades de Teresópolis e Nova Friburgo. “Se chover novamente, não tem para onde escorrer a água”, disse ele. ""A cidade toda já está com bastante lama."

Domingues orientou as pessoas que querem se voluntariar para ajudar nos trabalhos de resgate na região para que procurem os postos da Defesa Civil do estado.

Ele também pediu que turistas e curiosos evitem visitar as cidades afetadas. "Neste momento, não aconselho ninguém a ir a esses dois lugares. Evitem ir à Região Serrana, porque ela está em uma situação bastante crítica”, disse. “Apesar dos órgãos estarem se desdobrando para resolver todos esses problemas, a cidade ainda precisa retornar a sua normalidade. Ainda há muita lama. As estradas ainda têm barreiras caídas. Se for a passeio, procure outra cidade pra passear", orientou o bombeiro.

O coronel pediu que as pessoas que vivem em áreas de risco deixem imediatamente suas casas e não retornem até que a Defesa Civil passe nova orientação. "Pedimos que as pessoas se desloquem para casas de parentes. Evitem voltar para suas residências se elas forem colocadas em situações de risco.”

A transmissão recebeu dezenas de pedidos de pessoas buscando contato com parentes incomunicáveis. Segundo Domingues, a expectativa é que a telefonia móvel volte a funcionar nas áreas atingidas dentro de 24 horas.

veja também