MENU

Secretaria confirma morte de menina por dengue no RJ

Secretaria confirma morte de menina por dengue no RJ

Atualizado: Quarta-feira, 9 Fevereiro de 2011 as 2:31

A Secretaria estadual de Saúde confirmou, nesta quarta-feira (9), a morte de uma menina Laís Melo Miranda Soares, de 10 anos, por dengue hemorrágica. A vítima, moradora de Itaboraí, na Região Metropolitana do Rio, estava internada desde 26 de dezembro no Hospital Santa Cruz, em Niterói, na Região Metropolitana, e faleceu nesta terça-feira (8).

A morte da menina não vai entrar na estatística de óbitos provocados por dengue de 2011, já que a paciente começou a apresentar os sintomas da doença em dezembro do ano passado, segundo a Secretaria estadual de Saúde. Sendo assim, a morte de Laís passaria a ser a 44ª registrada por dengue em 2010, no estado.

'Estamos muito abalados', diz avó

Laís foi enterrada no final da tarde de terça-feira (8), no cemitério Parque da Paz, em Itaboraí, dia que completaria 10 anos de idade, segundo o avô paterno da vítima, o funcionário público Edemir Antônio Soares, de 66 anos.

“Estamos todos muito abalados, com uma perda assim tão absurda. É uma dor muito grande. Perder uma neta assim, tão querida, alegre, que curtia a família, curtia brincar, por negligência das autoridades. Lá no condomínio onde ela morava, no Centro de Itaboraí, ninguém faz nada para evitar a dengue. A gente sempre sabe de gente doente por lá. A mãe dela está inconsolável. Há um mês perdeu o pai e agora, a filha dessa maneira estúpida”, lamentou o avô.

Procurada pelo G1 , a administradora do Hospital Santa Cruz não foi encontrada para comentar o caso.

Segundo Edemir, Laís começou a passar mal logo depois do Natal, na madrugada do dia 26. Ela foi levada para um hospital em Itaboraí e logo depois transferida para o Hospital Santa Cruz, de onde não saiu mais. Ele contou que a neta tinha febre alta e crises de vômito. O avô contou que a menina sofreu dois ataques cardíacos antes de morrer.

Dados da Secretaria estadual de Saúde mostram que, entre os dias 2 e 29 de janeiro de 2011, foram notificados 1.669 casos suspeitos de dengue no estado, sem registros de óbito. No ano passado, foram registrados 29.922 casos com 43 mortes.    

veja também