MENU

Seguem em estado grave no RJ dois alunos baleados em ataque à escola

Seguem em estado grave no RJ dois alunos baleados em ataque à escola

Atualizado: Segunda-feira, 11 Abril de 2011 as 10:31

Seguem internados em estado grave, nesta segunda-feira (11), dois alunos baleados durante o ataque à Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na Zona Oeste do Rio, na última quarta-feira (7). A informação é da assessoria de comunicação Secretaria estadual de Saúde.

Um deles, de 13 anos, está internado no Hospital Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Baleado no olho direito, ele foi operado e está sedado. O estudante está no CTI pediátrico da unidade e respira com o auxílio de aparelhos.

O outro estudante em estado grave é um menino de 14 anos, internado no Hospital Albert Schweitzer, em Realengo. Ele está sedado, mas apresentou melhora clínica e já acorda quando é chamado. Ele foi baleado no abdômen e na mão. Ao todo, dez vítimas ainda estão hospitalizadas em seis unidades do estado.     Outros 8 internados estão estáveis

Ainda no Adão Pereira Nunes, uma menina de 13 anos saiu do estado grave e se encontra em um quadro estável, desde domingo (10). Ela foi atingida no abdômen e na coluna e foi operada no Hospital Albert Schweitzer. A menina já respira espontaneamente e está lúcida.

No Albert Schweitzer, o menino de 12 anos atingido no abdômen, que está no CTI pediátrico, apresentou melhoras e já respira espontaneamente, sem ajuda de aparelhos. O quadro dele é estável. Na mesma unidade, um menino de 13 anos, que teve fratura de antebraço, também está estável, em observação, mas sem previsão de alta.     No Hospital Central da Polícia Militar, no Estácio, na Zona Norte, o estudante de 14 anos baleado na cabeça, na mão e na clavícula, passará por uma avaliação médica para verificar a necessidade de uma cirurgia respiratória. Segundo o boletim desta segunda, o menino passa bem e o quadro dele é estável. Ele saiu do CTI pediátrico e está internado na enfermaria.

No Hospital Alberto Torres, em São Gonçalo, na Região Metropolitana, o menino, de 14 anos, que sofreu uma lesão vascular grave no ombro direito, foi operado, passa bem, está estável, lúcido e orientado, no CTI pediátrico.

No Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into), no Centro do Rio, estão internados um menino e uma menina, ambos de 13 anos. O menino, baleado no braço, apresenta boa recuperação cirúrgica e está em observação. A menina, baleada nas mãos, também passou por cirurgia e está em observação. Os dois estão na enfermaria pediátrica.

No Hospital Universitário Pedro Ernesto, em Vila Isabel, na Zona Norte, o menino, de 13 anos, baleado na perna e no braço, segue estável e seu quadro clínico evolui bem.

Corpo de atirador ainda está no IML

O corpo do atirador Wellington Menezes de Oliveira, de 23 anos, segue no Instituto Médico Legal (IML), nesta segunda. Segundo o IML, será dado um prazo de 15 dias para algum familiar fazer a retirada, do contrário, o rapaz será enterrado como "corpo não reclamado".     A menina Ana Carolina Pacheco da Silva, de 13 anos, vítima do ataque, foi cremada no cemitério do Caju, na Zona Portuária, na manhã de sábado (9). Os corpos das outras 11 crianças mortas no massacre foram enterrados na sexta-feira (8).        

veja também