MENU

Semáforo nutricional - Idec sugere inclusão de cores nos rótulos dos alimentos

Semáforo nutricional - Idec sugere inclusão de cores nos rótulos dos alimentos

Atualizado: Quarta-feira, 18 Junho de 2008 as 12

Assim como já utilizado em outros países, o Idec sugeriu à Anvisa que implemente as cores vermelho, amarelo e verde ao rótulo dos alimentos para ajudar o consumidor a "traduzir" se a quantidade de cada nutriente é excessiva, limite ou abaixo do permitido.

O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) enviou na última sexta-feira (14/06) uma sugestão de mudança no rótulo dos alimentos para que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) possa dar início a discussões e análises sobre a questão.

A idéia, usada em países como Espanha e Reino Unido, é incluir aos rótulos dos alimentos uma referência baseada nas cores vermelho, amarelo e verde. Assim como nos semáforos, cada cor tem uma representação: quantidade excessiva (vermelho), quantidade limite (amarelo), e abaixo do permitido (verde) para que o consumidor consiga interpretar a tabela nutricional com mais facilidade.

O que define a cor que será usada é uma tabela com referência em estudos internacionais. Se o alimento contiver em uma porção de 100 gramas menos de 5% da quantidade permitida de ingestão diária de um determinado nutriente ele vem com a cor verde. Se a quantidade estiver entre 5% e 20% virá em amarelo e mais de 20% em vermelho.

Segundo o supervisor de informação do Idec Carlos Thadeu de Oliveira, "essa alternativa é bastante interessante ao consumidor, já que as três cores são facilmente identificadas como páre, atenção e siga. Assim, facilita o controle que a população pode ter sobre o que está comendo, principalmente as pessoas que têm restrições a algum nutriente, como os diabéticos".

Para ver a simulação da tabela nutricional feita pelo Idec em quatro produtos nacionais, acesse www.idec.org.br.

veja também