Seminário estimula produção de kiwi e uva no Rio Grande do Sul

Seminário estimula produção de kiwi e uva no Rio Grande do Sul

Atualizado: Quarta-feira, 30 Setembro de 2009 as 12

O kiwi e a uva são duas frutas nutritivas e pouco calóricas, ricas em vitaminas e conhecidas popularmente por suas propriedades de fortalecimento das células e prevenção ao envelhecimento. O Rio Grande do Sul é o maior produtor nacional das duas culturas. Na região Centro-Serra, a aproximadamente 200 quilômetros de Porto Alegre, a produção de ambas está em franca expansão. Aproveitando este crescimento, será realizado o '2° Seminário do Kiwi e Uva'. O evento acontece no sábado, 3 de outubro, em Passa Sete (RS).

Lá, o cultivo da uva já é tradicional e o momento é buscar alternativas para o uso industrial da produção. Já as plantações de kiwi estão iniciando, com o vento soprando a favor da ampliação desta cultura. As condições climáticas são favoráveis e o cultivo tem se mostrado promissor. Por conta disso, a realização do seminário tem como objetivo incrementar a fruticultura local, abordando novas tecnologias de manejo, formas de comercialização e ferramentas de gestão.

São promotores da ação a prefeitura do município e o Sebrae no Rio Grande do Sul, por meio do projeto Frutas na Região Centro. A participação no evento é gratuita para os produtores, com inscrições pelos telefones (55) 3223-2277 (Sebrae Centro) ou (51) 3616-6041 (Prefeitura de Passa Sete). O evento será realizado a partir das 9h, na Câmara Municipal de Vereadores (avenida Pinheiro, 1500). Os demais parceiros no seminário são a Associação de Vitivinicultores do Centro Serra (Avitis), o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar RS), e o escritório da Emater/RS em Sobradinho.

Investimentos de longo prazo

O secretário da Agricultura de Passa Sete, Darci Paulo Wagner, destaca que o seminário estimula a continuidade dos investimentos na fruticultura. ''No município, estamos incentivando os produtores rurais a introduzir outras culturas, como forma de incrementar a atividade econômica'', explica. Segundo ele, o clima na região propicia o cultivo do kiwi, com vantagens em relação à rentabilidade, na comparação com outras culturas. ''Em dois ou três anos, projetamos ter mais áreas plantadas e alcançar as 400 toneladas'', adianta.

Wagner explica que plantações de kiwi ainda são recentes e que uma árvore só alcança seu auge produtivo em seis anos. Conforme o secretário da Agricultura, , a idéia é tornar Passe Sete o segundo município gaúcho com a maior produção da fruta no Estado, atrás apenas de Farroupilha.

Culturas diversificadas

As principais qualidades de kiwi produzidas no município são o kiwi bruno e o helmut. Os próximos passos são agregar valor à fruta e também à uva, com o desenvolvimento de embalagens e seleção, além da consolidação de canais de distribuição e armazenagem. Conforme a gestora do Sebrae/RS para o projeto Frutas na Região Centro, Simone Jaeger, a instituição incentiva, desde 2006, a organização e o trabalho em conjunto para alavancar a fruticultura como uma alternativa de diversificação da cultura de fumo e de renda para as pequenas propriedades rurais.

A ação beneficia atualmente 30 produtores de uva nos municípios de Sobradinho, Segredo, Ibarama e Arroio do Tigre, além de 19 produtores de kiwi de Passa Sete e Sobradinho. ''Grande parte deles já tem qualificação quanto às técnicas de plantio e colheita das frutas, agora trabalharemos capacitações gerenciais e de comercialização da produção. A fruticultura ainda pode desenvolver muito a região e se tornar a principal atividade entre as propriedades rurais'', destaca a gestora.

Quanto à uva, os produtores participantes do projeto do Sebrae/RS são todos associados à Avitis. Conforme a entidade, o grupo, em uma área de 50 hectares, colhe cerca de 600 toneladas da fruta ou quase 50% do que é produzido em toda a região. Simone salienta que a maior parte do cultivo é comercializada para o consumo in natura e que, entre os objetivos dos agricultores, está a qualificação dos 150 mil litros de vinhos produzidos e a instalação de cantinas para industrializar a própria colheita.

Sobre o projeto do Sebrae/RS

O projeto Frutas na Região Centro atende a um total de 80 produtores de pêssego, amora preta, morango, kiwi e uva. Beneficia os municípios de Cacequi, Santiago, Passa Sete, Sobradinho e Encruzilhada do Sul. A iniciativa tem por objetivo fortalecer e aumentar a qualidade, a produtividade e o volume comercializado de frutas.

veja também