MENU

Senadores aprovam convite para ministro explicar denúncias

Senadores aprovam convite para ministro explicar denúncias

Atualizado: Terça-feira, 5 Julho de 2011 as 2:43

A Comissão de Meio Ambiente Fiscalização e Controle do Senado aprovou nesta terça-feira convite ao ministro Alfredo Nascimento (Transportes) para que ele preste esclarecimentos sobre denúncias envolvendo o Dnit (Departamento Nacional Infraestrutura de Transportes). O pedido foi feito pelos senadores Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) e Pedro Taques (PDT-MT).

A comissão também aprovou convite para o diretor-geral do Dnit, Luís Antônio Pagot, do chefe de gabinete Mauro Barbosa da Silva, do assessor do gabinete, Luís Tito Bonvini, e do diretor-presidente da empresa pública de ferrovias Valec, José Francisco das Neves. Todos foram afastados dos seus cargos por ordem da presidente Dilma Rousseff, que também transferiu a Nascimento a responsabilidade de dar explicações sobre a denúncia.

Ontem, em nota divulgada em que informava sobre uma sindicância interna no ministério, Nascimento se colocou "à disposição" do Congresso para "prestar os esclarecimentos desejáveis" sobre as denúncias.

Aos senadores, Alfredo Nascimento deverá defender que não houve qualquer superfaturamento nos contratos de obras do Dnit como foi apresentado pela revista "Veja" na edição desta semana. Na reunião com parlamentares ontem (4) o ministro disse que houve um "aumento das obras que estavam programadas para serem feitas e com o passar do tempo, durante o período da eleição, foram colocadas novas obras e novos viadutos dentro da mesma obra".

O comparecimento à Câmara e ao Senado para prestar esclarecimentos foi aconselhado pela bancada do PR na reunião de ontem. O senador Blairo Maggi (PR-MT) afirmou que Nascimento "prontamente aceitou" a proposta.

Segundo a reportagem da revista "Veja", servidores do Ministério dos Transportes e de órgãos ligados à pasta cobravam propina de empreiteiras e consultorias que mantinham contratos com o governo.

veja também