MENU

Serra cobra debate com Dilma e pede que ela ande com as próprias pernas

Serra cobra debate com Dilma e pede que ela ande com as próprias pernas

Atualizado: Sexta-feira, 16 Julho de 2010 as 4:36

O candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra (PSDB), cobrou nesta sexta-feira (16) que a presidenciável Dilma Rousseff (PT) participe de debates durante a campanha. Serra deu entrevista para a Rádio Jornal, em Pernambuco, quando disse que é preciso contrapor ideias dos candidatos sobre temas como o Movimento Sem-Terra e os seus currículos. “De fato, a Dilma precisa começar a andar com as pernas dela. Ela não vai ser nomeada pelo Lula e pelo PT. Não existe terceirização de cargo de presidente”, disse Serra.

O tucano lembrou que a petista não participou de sabatina realizada pelo Jornal Folha de S. Paulo. Na época, a assessoria de Dilma justificou a necessidade de realizar o evento em outra data   por causa de viagem ao exterior . Dilma e Marina Silva (PV) não participaram de evento semelhante promovido pela Confederação Nacional da Agricultura. “Vamos expor as ideias. O Brasil precisa continuar indo para frente.”

O candidato do PSDB questionou, porém, as regras que exigem debates na televisão com todos os partidos. “Enfiar em debate gente que não tem representatividade não leva a nada”, disse. O tucano fez uma ressalva à participação de Plínio Arruda Sampaio (PSOL). Serra disse que o PSOL é um partido que tem ideologia, com a qual não concorda, e que Plínio é um político de trajetória que precisa ser respeitada.

Ao comentar o andamento de obras do governo federal em Pernambuco, ele fez críticas à condução dos projetos pela ex-ministra-chefe da Casa Civil e atual candidata pelo PT. Ele usou a afirmação como oportunidade para dizer que quer comparar suas realizações no ministério da Saúde e do Planejamento, além de suas atividades parlamentares, com as ações de Dilma.

O tucano disse que recentemente dirigente do MST declarou voto em Dilma por sua suposta ligação com o movimento e tolerância em relação a invasões e que isso merece ser debatido. No começo do mês,   Dilma rebateu acusações de ligação com o movimento . Ele fez ainda uma citação positiva a Marina, afirmando que ela tem propostas e é representativa dentro da sociedade.

veja também