Serra evita criticar Lula e diz que presidente está "acima do bem e do mal"

Serra evita criticar Lula e diz que presidente está "acima do bem e do mal"

Atualizado: Quinta-feira, 13 Maio de 2010 as 4:22

José Serra, pré-candidato do PSDB à Presidência, manteve a posição de evitar críticas ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva em entrevista a uma rádio de Recife nesta quinta-feira (13). Serra pediu que os jornalistas evitem fazer comparações entre ele e o presidente.

- O Lula está acima do bem e do mal. Não me compare a ele.

Serra disse que a máquina pública está sendo loteada de forma ''exacerbada'', mas apressou-se em eximir o presidente de responsabilidade.

- O Lula às vezes tem a posição correta, mas não consegue acionar a solução, não é culpa dele, é o sistema que está aí.

''De esquerda''

O tucano definiu-se como um político de esquerda por posicionar-se contra o patamar da taxa de juros. Serra ressaltou que a definição de direita esquerda no Brasil, hoje, é difícil.

- A definição de esquerda e direita, no mundo de hoje, é mais difícil de enquadrar. Do ponto de vista convencional eu sou um homem de esquerda, eu acho que isso diz tudo. Você dá ênfase na indústria, no emprego, na agricultura, de repente você é considerado de esquerda.

Serra vem batendo na taxa de juros e chegou a dizer esta semana que o Banco Central, responsável pela definição da taxa, não é a Santa Sé, questionando a autonomia informal da instituição.

- Se você acha a taxa de juros muito alta, você é considerado de esquerda. E tem gente que rapidamente passa a defender juro alto e se diz de esquerda.

Na quarta-feira, Lula, que é considerado de esquerda por setores da sociedade, afirmou que o juro pode voltar a subir, se necessário, mesmo durante o período eleitoral.

veja também