MENU

Servidores da saúde protestam contra terceirização de hospitais

Servidores da saúde protestam contra terceirização de hospitais

Atualizado: Quarta-feira, 26 Outubro de 2011 as 3:48

Servidores públicos da saúde manifestaram na manhã desta quarta-feira (26) em Goiânia contra a implantação das organizações sociais nas administrações dos hospitais em Goiás. “Somos contrários a lei porque o Sistema Único de Saúde [SUS] é uma garantia da Constituição Federal, além de ser direito do povo e dever do estado”, afirma a presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Único de Saúde de Goiás (Sindsaúde-GO), Maria de Fátima Veloso.

Durante o protesto, os trabalhadores estiveram no Hospital Materno Infantil, Hospital Geral de Goiânia (HGG) e no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). Eles ainda prometeram que a manifestação seguirá até o Palácio Pedro Ludovico Teixeira, sede do Governo Estadual, na tarde desta quarta-feira (26).

Lei

A lei aprovada no mês de junho pela Assembleia Legislativa prevê que a terceirização das unidades médicas do estado possa ser realizada até mesmo por organizações internacionais. Hospitais como o Centro de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo (CRER), Hospital de Urgências de Anápolis e Hospital de Urgências de Santa Helena, são administrados por empresas terceirizadas.    

veja também