MENU

Servidores municipais entram em greve em SP

Servidores municipais entram em greve em SP

Atualizado: Terça-feira, 30 Agosto de 2011 as 3:33

Servidores públicos municipais de São Paulo entraram em greve nesta terça-feira (30), segundo o Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública e Autarquias do Município de SP (Sindsep). Um grupo de funcionários se reuniu em frente à Prefeitura, no Centro da cidade, para reivindicar reajuste salarial e melhores condições de trabalho por volta das 14h desta terça.

De acordo com João Gabriel Guimarães Buonavita, diretor do sindicato, servidores de algumas unidades de saúde, da Secretaria do Verde e Meio Ambiente, da Secretaria de Finanças e do Serviço Funerário Municipal foram ao local para a manifestação. Ele diz não saber precisar exatamente quais serviços aderiram à greve, mas afirma que os atendimentos nas duas secretarias citadas foram afetados nesta terça.

De acordo com o diretor do Sindsep, uma comissão dos funcionários em greve se reuniu com representantes da administração municipal para negociar as reivindicações do movimento.

Funcionamento

Segundo nota divulgada pela Prefeitura, “os serviços municipais estão funcionando normalmente sem prejuízo para a polução”. Ainda de acordo com a assessoria de imprensa, o Serviço Funerário Municipal colocou em funcionamento uma operação especial para garantir o atendimento ao cidadão, com reforço da Guarda Civil Municipal e funcionários terceirizados.

O prefeito Gilberto Kassab também negou que os serviços estivessem paralisados em um evento em Sapopemba, na Zona Leste da cidade, na manhã desta terça. Questionado sobre o funcionamento do Cemitério do Araçá, na Zona Oeste de São Paulo, onde funcionários paralisaram as atividades, o prefeito afirmou que o serviço já foi normalizado. "Nesse caso especificamente, a greve é ilegal. Evidentemente, não há como não haver sanções, porque a lei é muito clara", disse.

O prefeito se disse aberto ao diálogo sobre as reivindicações. "A marca da nossa gestão é o diálogo. Em nenhum momento nos furtamos a dialogar, a mostrar as nossas dificuldades, a mostrar o quanto estamos empenhados para melhorar as condições de trabalho e salariais de todo o funcionalismo. Espero que prevaleça o diálogo para que a gente possa contnuar a ser uma cidade exemplar para todo o Brasil."          

veja também