MENU

Servidores puxam vaia contra Serra em protesto na avenida Paulista

Servidores puxam vaia contra Serra em protesto na avenida Paulista

Atualizado: Quarta-feira, 31 Março de 2010 as 12

O nome do governador José Serra (PSDB) está presente na maioria das palavras de ordem gritadas por sindicalistas hoje durante protesto organizado na avenida Paulista. Batizado de "bota-fora" de Serra, o ato reúne representantes de cerca de 40 entidades do funcionalismo público.

O diretor da Afuse (Sindicato dos Funcionários e Servidores da Educação do Estado de São Paulo), Antonio Marcos Duarte, sugeriu mandar Serra para bem longe da Terra. "Vamos colocar o Serra num foguete para ele nunca mais voltar", disse ele, aplaudido pelo público presente na manifestação.

Uma representante da Apeoesp (sindicato dos professores de São Paulo), puxou uma vaia para Serra. De cima de um palanque, ela perguntou: "Serra é mentiroso ou não é?". O público respondeu em uníssono: é.

Justiça Eleitoral

Os ataques a Serra foram parar na Justiça. O PSDB e DEM ajuizaram ontem uma representação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) contra a Apeoesp (sindicato dos professores de SP) e sua presidente, Maria Izabel Azevedo Noronha, por uso de estrutura sindical em contrapropaganda eleitoral.

Conforme antecipado anteontem, o PSDB pede que a Apeoesp e sua dirigente sejam multados em R$ 25 mil por uso eleitoral de palanques para coordenar a greve.

O motivo da representação foi um protesto realizado na semana passada nas imediações do Palácio dos Bandeirantes. No protesto, Bebel --como a sindicalista é conhecida-- disse que Serra não seria eleito presidente.

Por: Daniel Roncaglia e Mariana Pastore

veja também