MENU

Servidores são suspeitos de participar de fraude de mais de R$ 2 mi

Servidores são suspeitos de participar de fraude de mais de R$ 2 mi

Atualizado: Sexta-feira, 12 Agosto de 2011 as 1:01

Onze pessoas foram conduzidas à delegacia da Polícia Federal (PF) de Belo Horizonte nesta sexta-feira (12) por suspeita de participação em um esquema de fraude ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). De acordo com informações da polícia, sete delas são servidores municipais que facilitariam o acesso a dados do sistema previdenciário, que são restritos.

A PF estima que o grupo pode ter causado um prejuízo de R$ 2.157.072,42. A Polícia Federal investiga um total de 25 pessoas suspeitas de integrar o esquema, dentre servidores, advogados e intermediários.

Documentos e computadores apreendidos nesta sexta-feira (12) vão passar por perícia para verificar o envolvimento dos suspeitos.

De acordo com a Polícia Federal, a fraude foi constatada na agência do INSS do bairro Floresta, na Região Leste da capital. De acordo com as investigações, os servidores concediam benefícios irregulares e ofereciam atendimento privilegiado aos envolvidos no golpe, com inserção de dados falsos no sistema.

As 11 pessoas que foram conduzidas à delegacia vão prestar esclarecimentos e vão ser liberadas após o pagamento de fiança de dez salários mínimos, segundo a PF. Os suspeitos têm dez dias para pagar a fiança, sob pena de prisão.

A prefeitura informou que se a participação dos servidores no esquema for confirmada eles podem ser exonerados.            

veja também