MENU

Sindicato decide suspender greve nos aeroportos do país

Sindicato decide suspender greve nos aeroportos do país

Atualizado: Quinta-feira, 23 Dezembro de 2010 as 8:14

Após uma assembleia realizada no início da manhã na sede do Sindicato Nacional dos Aeronautas, em São Paulo, os trabalhadores do setor aéreo optaram por não realizar a greve que se anunciava para esta terça-feira (23) nos aeroportos do país.

De acordo com dirigentes das entidades de classe, a decisão foi tomada após os trabalhadores serem informados que o Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinou no fim da noite desta quarta que 80% do efetivo dos aeronautas e aeroviários sejam mantidos em atividade para viabilizar o transporte aéreo em todo o território nacional, no período entre os dias 23 de dezembro e 2 de janeiro de 2011. A liminar também fixou multa diária de R$ 100 mil em caso de descumprimento da ordem.

Gelson Dagmar Fochesato, presidente Sindicato Nacional dos Aeronautas, disse que a greve foi suspensa e em janeiro os trabalhadores vão avaliar a situação. "A greve está suspensa. Os passageiros não serão prejudicados durante as festas. Em janeiro vamos avaliar se haverá uma paralisação", afirmou Fochesato. "A decisão foi tomada atendendo a um pedido da sociedade."

Fochesato disse que foi os trabalhadores foram surpreendido pelas decisões judiciais, e afirmou que mesmo sem a greve é possível haver atrasos em aeroportos porque funcionários estão trabalhando acima do limite.

O presidente do Sindicato Nacional de Empresas Aeroviárias (Snea), José Marcio Mollo, disse em entrevista à rádio CBN que a entidade fez nesta madrugada uma proposta de reajuste de 8% aos trabalhadores, elevando a proposta inicial de 6,05% e aguarda uma nova posição dos trabalhadores. Os aeroviários solicitam aumento de 13%.

veja também