MENU

Sobe para 4 o número de mortos em tiroteio durante assalto em Cuiabá

Sobe para 4 o número de mortos em tiroteio durante assalto em Cuiabá

Atualizado: Terça-feira, 30 Agosto de 2011 as 9:32

Caixa-eletrônico em galeria foi alvo dos criminosos

(Foto: Ericksen Vital/G1)

  Morreu na madrugada desta terça-feira (30) o segundo segurança da empresa de carro-forte que se feriu durante uma tentativa de assalto a um caixa-eletrônico localizado em uma galeria comercial na tarde desta segunda-feira (29), em Cuiabá. Valdemir de Matos foi levado para o Pronto-Socorro da capital, mas não resistiu aos ferimentos.

Outro segurança foi ferido na perna, mas não corre risco de morrer. Com a morte de Valdemir, subiu para quatro o número de mortes resultantes da tentativa de assalto. Na ação criminosa, dois suspeitos e outro vigilante morreram. Os corpos dos dois suspeitos, um de 21 e outro de 24 anos, já passaram por perícia no Instituto Médico Legal (IML) em Cuiabá.  

De acordo com a Polícia Militar, armados, os assaltantes tentaram pegar o dinheiro no momento em que os seguranças do carro-forte faziam o abastecimento do caixa-eletrônico.

Houve troca tiros e um dos suspeitos e um segurança morreram na hora, dentro da galeria. Já outro assaltante tentou escapar em um veículo, mas foi interceptado pela polícia e morreu na rua que fica atrás do local do crime. A PM informou que o veículo apreendido teria sido usado para cometer outros nove crimes.

Também foi presa uma outra pessoa suspeita de envolvimento no caso, quando saía da galeria, logo após a ocorrência. O suspeito foi encaminhado para o Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc).

Ataque a caixas eletrônicos

Mato Grosso é o quinto estado do país com o maior número de assaltos a bancos e caixas eletrônicos. O levantamento é da Confederação Nacional de Vigilantes e Trabalhadores do setor finaceiro. O estado criou um grupo de trabalho em segurança bancária e os primeiros resultados devem ser apresentados na semana que vem à Secretaria de Segurança Pública. Entre as medidas, está a unificação de um banco de dados das Polícias Civil, Militar e Federal.                

veja também