Sobrevivente conta que filho foi arrastado por 7 km

Sobrevivente conta que filho foi arrastado por 7 km

Atualizado: Segunda-feira, 17 Janeiro de 2011 as 10:51

“Quando pensei em desistir, abrir a boca e deixar a água entrar, fui salvo ao ficar preso nas árvores”, lembra o sobrevivente Almir furtado, de 61 anos, que perdeu seis familiares na chuva de quarta-feira (12), no Vale do Cuiabá, em Itaipava, distrito de Petrópolis, na região serrana do Rio de Janeiro.

Por volta das 2h da madrugada de quarta, Almir acordou e conta que começou a correia: 11 pessoas da família dele subiram o máximo que podiam dentro da casa, até ficarem presas entre o forro e o telhado. - Eu suponho que uma tora veio com a água e destruiu a casa. A minha nora, grávida de cinco meses, foi a primeira a ser arrastada pela água e todo mundo gritou desesperado. Ela parou uns 700 metros depois.

Almir também foi levado pela enxurrada: - Fui arrastado por uns 3 km. Quando parei nas árvores, estava sem roupa nenhuma. Ao clarear o dia, consegui ajuda, mas o verdadeiro milagre foi o meu filho, que está bem depois de ser levado por 7 km.

O sobrevivente espera ação por parte das instituições públicas. - Na época da eleição, todo mundo vem. Agora não podemos ficar desamparados.      

veja também