MENU

SP: moradores queimam ônibus em protesto contra enchentes

SP: moradores queimam ônibus em protesto contra enchentes

Atualizado: Quarta-feira, 24 Fevereiro de 2010 as 12

Dois ônibus foram incendiados entre a noite de terça-feira, dia 23, e a madrugada desta quarta-feira, dia 24, durante uma manifestação contra enchentes na região do Itaim Paulista, na Zona Leste de São Paulo. De acordo com a Polícia Militar, cerca de 250 moradores fizeram barricadas na Estrada Dom João Néri, que foi bloqueada. Houve confronto com a polícia.

A manifestação começou por volta das 20h e durou cerca de quatro horas. A forte chuva que atingiu a região durante a noite fez um córrego transbordar e inundou diversas casas. Os moradores sofrem com as chuvas desde dezembro de 2009.

Assim que a chuva parou, os moradores foram para as ruas. Pararam dois ônibus, mandaram os passageiros descer e atearam fogo. Os ônibus ficaram totalmente destruídos. A fiação dos postes mais próximos também queimou.

A estrada interditada corta todo o bairro. Mais de 40 carros da polícia foram para o local. Para dispersar os manifestantes, a polícia usou bombas de efeito moral. Um homem passou mal e precisou ser atendido pelos bombeiros.

Por volta das 6h40, a situação já era tranquila no local, mas policiais militares continuavam monitorando a região, permanecendo em diversos pontos do bairro para evitar novas manifestações.

Apesar de estar desbloqueada, a estrada estava repleta de lixo nas calçadas, restos de móveis que foram queimados no protesto. Os moradores estão cansados dos constantes alagamentos. “Perdi guarda-roupa, geladeira, tudo. A água chegou na altura do umbigo”, contou o eletricista Romildo Santos Silva.

veja também