MENU

Suspeito de abusar de menor com problemas mentais é preso no ES

Suspeito de abusar de menor com problemas mentais é preso no ES

Atualizado: Sexta-feira, 12 Agosto de 2011 as 10:36

Um homem de 55 anos foi preso em flagrante na noite desta quinta-feira (11), em Cariacica, após vizinhos denunciaram abuso a um adolescente de 17 anos, que tem problemas mentais. Segundo moradores, o acusado, que é vigilante em uma escola do município, é temido no bairro Nova Valverde, onde mora. Segundo a vítima, o acusado ofereceu R$ 100 a ela.

"Chegamos lá, chamamos pelo nome dele, mas ele não atendeu. Percebemos que a casa estava com a porta entreaberta. Abrimos, e logo esse senhor se apresentou acertando as roupas. Foi aí que desconfiamos que se tratava de uma questão de pedofilia", afirmou o soldado Augusto. "Pedimos autorização para buscar a criança dentro da casa e ele falou que ela não estava lá. Mas, achamos a criança debaixo da cama, completamente nua", completou o policial militar.

Polícia encontrou camisinhas na casa do acusado.

(Foto: Reprodução/TV Gazeta)

  A polícia revistou a casa do suspeito e encontrou camisinhas, balões de festas infantis, salgados, bolo e refrigerante. Segundo os familiares, ele usa esses produtos para atrair crianças e adolescentes. Os moradores de Nova Valverde têm medo do acusado e dizem que ele não deixa as crianças brincarem na rua. "As crianças ficam presas dentro de casa e a gente fica vigiando", declara outra vizinha.

O pai da vítima mostrou à polícia exames que comprovam que o menino tem distúrbio mental. "Quando eu vi aquilo lá, quis partir para cima, mas o policial não deixou. A vontade era descer o facão nele, para ele pagar o que fez. Vai pagar agora na cadeia. O que ele fez ali, tomara que os presos façam pior com ele", disse o pai, indignado. Uma das vizinhas que chamou a polícia afirmou que o suspeito estava dentro de casa, apagou a luz e logo depois o adolescente entrou na residência.

O acusado foi levado para Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) de Cariacica, onde foi indiciado por estupro de incapaz, uma vez que foi comprovado que o adolescente tem distúrbio mental. Segundo a polícia, o crime é hediondo e não tem fiança.            

veja também