MENU

Suspeito de assaltos é preso na Avenida Brasil

Suspeito de assaltos é preso na Avenida Brasil

Atualizado: Quarta-feira, 8 Dezembro de 2010 as 8:38

Policiais militares da Coordenadoria de Vias Especiais (CVE) prenderam, na noite de terça-feira (7), um homem suspeito de praticar assaltos em diferentes pontos do Rio de Janeiro. Segundo a CVE, ele foi preso quando passava de táxi com a namorada pela Avenida Brasil, na pista lateral, próximo a um motel. Não houve confronto.

A Polícia Militar informou que a mulher que estava com o suspeito é moradora da Vila Cruzeiro, na Penha, na Zona Norte. Ela foi liberada após prestar depoimento na delegacia. Já o suspeito, ainda de acordo com a PM, é morador da favela Parque União, em Bonsucesso, no subúrbio.

Segundo a polícia, PMs patrulhavam a região quando desconfiaram do casal. Durante a abordagem, o suspeito teria ficado nervoso com a presença dos PMs. Desconfiados, os policiais encaminharam os dois à 38ª DP (Irajá). Contra o suspeito, há dois mandados de prisão expedidos pela Justiça pelo crime de assalto a mão armada.

Cabo do Exército preso no subúrbio

Em outro ponto do Rio, no subúrbio, um cabo do Exército de 25 anos foi preso, na tarde desta terça-feira (7), sob suspeita de vender dois carros roubados na Rua Apiruí, em Ricardo de Albuquerque. Segundo informações do 14º BPM (Bangu), no momento da prisão, o suspeito tentava vender um dos veículos para um homem de 31 anos.

De acordo com a polícia, agentes que faziam patrulhamento de rotina na região desconfiaram do militar e fizeram a abordagem. Com ele, foram encontrados documentos falsos dos veículos. O suspeito foi levado para a 38ª DP (Brás de Pina).

Ainda de acordo com a polícia, na delegacia, foi constatado que os dois carros eram roubados, tinham placas falsas e estavam com os números dos chassis adulterados. Segundo a polícia, o suspeito trabalha na 2ª Infantaria Motorizada do Exército Brasileiro. Ele foi autuado por receptação de veículos, já que não há indicação que ele seja o responsável pelos roubos.

Já o homem que tentava comprar um dos veículos informou que não sabia do roubo, prestou depoimento e foi liberado.

veja também