MENU

Suspeito de atropelar ciclista se negou a soprar bafômetro

Suspeito de atropelar ciclista se negou a soprar bafômetro

Atualizado: Segunda-feira, 18 Julho de 2011 as 11:46

O jovem de 28 anos suspeito de ter atropelado e matado um ciclista em Belo Horizonte disse à polícia que falava ao telefone na hora do acidente. De acordo com o delegado Sandro Lana, ele apresentava sinais de embriaguez e se recusou a fazer o teste do bafômetro. 

“Segundo o motorista do Uno, ele estava falando ao celular, distraído e não viu o momento que ele colidiu com a traseira da bicicleta. Esse acidente causou a morte da vítima. Ele apresentava sinais de embriaguez e se recusou a soprar o bafômetro”, afirmou o delegado.

 Ainda de acordo a polícia, o acidente ocorreu neste domingo (17). O cilclista, de 53 anos, seguia pela Via Expressa, sentido Contagem. Na altura do bairro Carmagos, ele foi atingido por um carro e morreu na hora.

O homem, de 28 anos, foi preso em flagrante e levado para o Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran), na capital. A vítima fazia parte de dois grupos de ciclismo e pedalava há cerca de 8 anos. “Espero que a justiça seja feita, ele deixa aí quatro filhos e essa é uma perda irreparável”, lamentou Marcelo Serelle, amigo do ciclista.

De acordo com o delegado do Detran, o motorista pagou fiança no valor de R$ 3 mil e vai responder ao processo em liberdade.          

veja também