MENU

Suspeito de matar jornalista é solto após testemunha não reconhece-lô

Suspeito de matar jornalista é solto após testemunha não reconhece-lô

Atualizado: Quinta-feira, 28 Julho de 2011 as 5:18

Após mais de duas horas de depoimento, o rapaz de 25 anos, preso nesta quinta-feira (28) por suspeita de participação na morte do jornalista Auro Ida, de 53 anos, em Cuiabá,  foi liberado pelo delegado André Renato, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e que conduz as investigações, por não ter sido reconhecido pela namorada da vítima, tida como principal testemunha do caso.

  O suspeito foi detido pela Polícia Militar nesta madrugada, no bairro Santa Laura, próximo ao Osmar Cabral, na capital, após denúncias de que teria declarado na região ser o autor do crime, que ocorreu na última sexta-feira (22), no bairro Jardim Fortaleza, no município. Na ocasião, o ex-secretário de Comunicação da Prefeitura e da Câmara de Vereadores da capital deixava a namorada em casa e foi atingido por seis tiros dos 10 que foram disparados.

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, além da namorada do jornalista não ter reconhecido a voz do suspeito, o delegado também não identificou nenhuma prova concreta contra o depoente. Por isso, o teria liberado assim como ocorreu com o rapaz de 19 anos que também chegou a ser preso na segunda-feira (25), no mesmo bairro em que aconteceu o crime. A testemunha também não o reconheceu na delegacia.        

veja também