MENU

Suspeito de matar policiais em ataques de facção é preso em SP

Suspeito de matar policiais em ataques de facção é preso em SP

Atualizado: Segunda-feira, 15 Agosto de 2011 as 8:51

Um homem suspeito de integrar a facção criminosa que age dentro e fora dos presídios de São Paulo foi preso na noite deste domingo (14) na capital paulista. Segundo a polícia, ele participou da morte de três policiais em 2006, durante uma onda de ataques da facção.

Policiais do Grupo de Operações Especiais (GOE) fortemente armados fizeram a proteção da delegacia onde o preso passou a noite. Foi uma medida de segurança para impedir uma possível tentativa de resgate.

O homem foi preso após visitar os filhos no Dia dos Pais em uma casa que era vigiada pela polícia. Sem saber que estava sendo seguido, ele foi até um bar na Zona Leste, onde foi abordado por mais de 20 policiais militares. No momento da prisão, ele apresentou um documento falso, com outro nome, mas foi reconhecido pelos policiais e levado para a delegacia com outros quatro suspeitos.

Segundo a polícia, o homem comanda as ações da facção em toda a Zona Leste de São Paulo. Ele é acusado de assassinar sete pessoas em 2006, entre elas dois policiais militares e um civil.

Naquele ano, criminosos realizaram cerca de 560 ataques contra agentes de segurança, policiais e prédios ligados à administração pública. Mais de 200 pessoas morreram.

Em 2009, a polícia já tinha tentado prender o homem. Houve um tiroteio e a namorada dele foi baleada, mas ele conseguiu escapar. A polícia procurava por ele há cinco anos.

O homem deve ser transferido para o Centro de Detenção Provisória de Santo André, no ABC, na manhã desta segunda-feira (15).            

veja também