MENU

Suspeito de roubos foi reconhecido por vítima de crime de 4 anos atrás

Suspeito de roubos foi reconhecido por vítima de crime de 4 anos atrás

Atualizado: Quarta-feira, 29 Junho de 2011 as 4:40

Arma de brinquedo que estava com homem, de 22 anos, que foi

 reconhecido por uma vítima durante uma abordagem policial (Foto: Marcelo Mora/G1)

  Uma incrível coincidência permitiu à polícia prender na noite desta terça-feira (28), em uma praça na região da Avenida Paulista, um suspeito, de 22 anos, de cometer roubos utilizando um simulacro de uma pistola na região. De acordo com o delegado Márcio de Castro Nilsson, titular do 36° DP, no Paraíso, policiais civis fizeram uma abordagem de rotina, por volta das 22h de terça, a um homem, de 22 anos, na Praça Osvaldo Gogliano Vadico, que fica em um acesso da Avenida 23 de Maio para quem segue para a Avenida Bernardino de Campos.     Com o suspeito, os policiais encontraram a pistola de brinquedo, uma imitação quase perfeita de uma arma verdadeira. "Só pela arma de brinquedo em si , não teríamos o que fazer. Não poderíamos prendê-lo", explicou o delegado. Durante a abordagem, no entanto, uma vítima, que passava pelo local, identificou o homem como sendo o mesmo que o assaltara quatro antes. Segundo o delegado, a vítima é um médico, que em 17 de junho de 2007, foi abordado por uma dupla de assaltantes quando estava em seu veículo acompanhado da mulher e dos filhos.

"Na ocasião, eles roubaram a bolsa da mulher deste médico. Mas eles acabaram surpreendidos. O parceiro dele foi preso, julgado e condenado por este crime. Ele, no entanto, conseguiu fugir na época", afirmou o delegado. O suspeito foi preso e condenado posteriormente por um outro roubo que cometeu, em 2009, na Avenida Indianópolis, na Zona Sul de São Paulo. Segundo Nilsson, ele deixou a cadeia no início de abril, após cumprir parte da pena.

À polícia, o suspeito afirmou que encontrou o brinquedo no chão e o colocou na cinta. O objetivo agora, segundo o delegado, é levantar as vítimas de furtos na região nos últimos meses para que estas façam o possível reconhecimento do suspeito. A princípio, o preso responderá apenas pela tentativa de roubo ao médico em 2007. Ele teve a prisão temporária decretada e permanecerá detido na carceragem do 77º DP, em Santa Cecília, na região central.

Segundo o delegado, em relação ao ano passado, os furtos e roubos vêm caindo na região. Em junho de 2010, o 36º DP registrou 226 furtos e 86 roubos. De 1º a 20 de junho deste ano, foram apenas 120 furtos e 33 roubos. Até o fechamento do mês, a estimativa é a de que os números serão inferiores aos do mesmo mês do ano passado.        

veja também