MENU

Suspeitos de desaparecimento de vendedora são presos em SP

Suspeitos de desaparecimento de vendedora são presos em SP

Atualizado: Sexta-feira, 1 Abril de 2011 as 8:31

Dois homens foram presos nesta quinta-feira (31) em Lorena, no interior de São Paulo, por suspeita de participação no desaparecimento da vendedora Caren Cristina França. Segundo a polícia, eles confessaram envolvimento no crime. No depoimento, segundo a polícia, eles confessaram que a jovem foi morta no mesmo dia em que sumiu, no fim do ano passado.

No dia 19 de novembro de 2010, a vendedora de 24 anos foi com amigas até uma casa noturna no bairro Vila Brito. No fim da festa, ela se perdeu da turma e deixou o estabelecimento a pé. Pouco depois, Caren ligou para a mãe e disse que ia pedir carona com o motorista de um Gol branco que passava pelo local.

O combinado era que ele deixasse a jovem numa rotatória, que fica na entrada principal de Lorena. Nesse ponto, ela planejava encontrar a mãe e ir para casa, em Guaratinguetá, também no interior do estado. Mas Caren não apareceu.

Um dos homens presos nesta quinta é o suspeito de dar carona para Caren na porta da casa noturna. Ele disse que passou a noite com a jovem numa chácara, em Lorena. A polícia suspeita que, nesse dia, os dois tenham usado drogas. Pela manhã, o homem disse que Caren estava morta. Desesperado, ele disse ter colocado fogo no corpo.

O outro homem preso é suspeito de ter ajudado o amigo a sumir com o corpo. Os restos de Caren teriam foram colocados num saco e jogados no rio Paraíba. A polícia esteve no local em busca de vestígios, mas nada foi encontrado.

Os dois suspeitos ficarão presos pelos próximos 30 dias. Enquanto isso, a polícia vai investigar se as informações ditas nos depoimentos são verdadeiras.      

veja também