MENU

Suspeitos de levar cerveja à prisão da PM serão julgados, diz Beltrame

Suspeitos de levar cerveja à prisão da PM serão julgados, diz Beltrame

Atualizado: Segunda-feira, 24 Outubro de 2011 as 2:48

O secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, informou na tarde desta segunda-feira (24) que já foram identificados e estão presos os suspeitos de entregarem 2.600 latas de cerveja na tarde de domingo (23) na Unidade Especial Prisional da PM, em Benfica, na Zona Norte do Rio.

"Eles serão julgados e provavelmente irão para a rua", disse Beltrame, na solenidade em que foi assinada a prorrogação da presença da Força de Pacificação nos conjuntos de favelas do Alemão e da Penha.

O secretário informou ainda que já sabia do caso desde domingo (23).

Na manhã desta segunda, o corregedor geral da PM, Waldyr Soares Filho, disse que foi aberto um Inquérito Policial Militar para investigar a entrega das latas de cerveja.

Segundo Soares Filho, o oficial de dia que trabalhava no momento da entrega das bebidas será autuado por permitir a entrada dos produtos no batalhão. Para o corregedor, pode se tratar de uma encomenda feita por militares presos. Mas ele não crê que cerveja seria para uma festa no local.

A informação sobre o veículo carregado com bebidas chegou ao serviço de inteligência da Corregedoria na noite de domingo (23). Ao saber do caso, Soares Filho determinou que policiais da 1ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar (DJPM) fizessem a investigação.

Segundo o corregedor, os agentes foram ao local e encontraram as latas de cerveja dentro de uma Fiat Fiorino no estacionamento da unidade. Um homem, que seria o motorista do veículo, foi detido e contou que as bebidas pertenceriam a um dos detentos. A carga foi apreendida.         

veja também