MENU

Suspeitos de roubo de carga e furtos de caixas eletrônicos são presos

Suspeitos de roubo de carga e furtos de caixas eletrônicos são presos

Atualizado: Terça-feira, 17 Maio de 2011 as 8:13

Sete pessoas suspeitas de envolvimento com roubos milionários foram presas nesta segunda-feira (16) no interior de São Paulo após investigações feitas pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Campinas, a 93 km da capital paulista. Entre os crimes, estão roubo de cargas e ataques a caixas eletrônicos.

Oito veículos foram apreendidos durante a operação. Um dos carros estava com o documento falsificado e outro com o chassi raspado. A Polícia Civil acredita que os veículos possam ter sido usados em roubos de carga na região de Campinas. Os investigadores também disseram acreditar que as pessoas presas atuavam em roubos de caixas eletrônicos. Todos os presos já tinham passagem pela polícia, mas os crimes cometidos ainda não foram informados.

A operação começou às 4h30 desta segunda. Mais de 60 agentes do Garra e da Delegacia de Investigações Gerais de Campinas participaram. No bairro São José, os policiais invadiram a casa do suposto chefe da quadrilha. No local, foram encontrados vários calçados, que supostamente teriam sido roubados. No Jardim do Lago, outro suspeito foi preso.

A dupla presa é acusada de participar do roubo de uma carreta de aparelhos eletrônicos que saiu do Aeroporto de Viracopos no final de dezembro. A carga foi avaliada em R$ 1,5 milhão. Outras prisões foram feitas em Hortolândia e Itápolis, no Noroeste do estado de São Paulo. Ao todo, sete pessoas foram detidas, entre elas duas mulheres.

Investigações

Gravações telefônicas feitas com a autorização da Justiça apontaram que recentemente a quadrilha começou a praticar um outro tipo de crime: o furto de caixas eletrônicos. Uma das ações teria acontecido em Mairiporã, na Grande São Paulo.

A mudança teria ocorrido após o envolvimento dos criminosos com uma quadrilha de roubo a bancos de Catanduva, também no Noroeste paulista. Um suspeito que mora na cidade está foragido.          

veja também