Tapumes de obra invadem calçadas da avenida Paulista, em SP

Tapumes de obra invadem calçadas da avenida Paulista, em SP

Atualizado: Domingo, 28 Agosto de 2011 as 9:22

Caminhar pelas calçadas de São Paulo não é tarefa fácil para ninguém. Mas, desde abril, essa missão ficou ainda mais difícil na altura do número 1.200 da avenida Paulista, onde estão acontecendo as obras do futuro shopping Matarazzo.

Avançando sobre a calçada, os tapumes da construção impediam o uso do piso tátil, que facilita a movimentação de deficientes visuais.

A situação só foi resolvida ontem, após o local receber a visita dos vereadores Cláudio Prado (PDT), Gilberto Natalini (PV) e Quito Formiga (PR), representantes da Comissão de Acessibilidade da Câmara Municipal de São Paulo. À tarde, os tapumes foram recuados em cerca de 60 cm, livrando a passagem.

Segundo Natalini, presidente da comissão, o alvará de colocação das proteções foi solicitado à Camargo Corrêa, empresa responsável pela obra, que se comprometeu a entregar o documento até a próxima terça-feira.

Responsável pela emissão da autorização, a Subprefeitura da Sé diz ter enviado técnicos ao local durante a semana e constatado que os tapumes estavam instalados de maneira "totalmente regular".

Alexandre Rezende/Folhapress Tapumes da obra do futuro Shopping Matarazzo atrapalham quem tenta usar o piso tátil da avenida Paulista Procurada pela Folha , a empresa disse, por meio de nota, que as proteções foram recolocadas conforme orientação da subprefeitura. Em relação ao alvará, a Camargo Corrêa preferiu não se pronunciar. O terreno antes ocupado pela mansão da família Matarazzo sediará um shopping e um prédio comercial.

A reforma que instalou o piso tátil na avenida Paulista demorou 13 meses para ficar totalmente concluída, terminando em agosto de 2008. De acordo com a Prefeitura, foram gastos R$ 10,81 milhões para nivelar a calçada, trocar as sarjetas e realizar melhorias na acessibilidade.    

veja também