MENU

Tarifa do metrô e de trem sobe para R$ 2,90 no domingo em SP

Tarifa do metrô e de trem sobe para R$ 2,90 no domingo em SP

Atualizado: Quarta-feira, 9 Fevereiro de 2011 as 10:19

Tarifa do metrô e de trem sobe para R$ 2,90 no domingo em SP O preço da passagem do metrô de São Paulo e da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) vai subir à 0h de domingo (13) para R$ 2,90 --um aumento de 9,43%. Atualmente a tarifa custa R$ 2,65. O valor fica abaixo do preço da passagem de ônibus, reajustado de R$ 2,70 para R$ 3 em janeiro (11%). Para efeito de comparação, a inflação em 2010 na cidade foi de 5,83%, segundo a Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).

De acordo com a Secretaria dos Transportes Metropolitanos do Estado, o aumento acontece em todos os anos e leva em consideração o equilíbrio econômico-financeiro do Metrô. No caso da CPTM há subsídio do governo para que deslocamentos mais longos custem o mesmo preço.

O bilhete da linha 5-Lilás (Capão Redondo-Largo Treze) custará R$ 2,80. Já o bilhete do madrugador (válido das 4h40 às 6h15 no metrô e das 4h às 5h35 na CPTM), vai passar de R$ 2,40 para R$ 2,50. A integração com os ônibus pelo bilhete único vai passar de R$ 4,29 para R$4,49.

ÔNIBUS INTERMUNICIPAIS Também no domingo, serão reajustadas as tarifas dos ônibus intermunicipais das regiões metropolitanas de São Paulo, Campinas e Baixada Santista. A média de reajuste das tarifas --que depende da distância percorrida pelas linhas-- em São Paulo é de 7,66%; na Baixada é de 6,94% e em Campinas é de 6,23%.

As 13 linhas do Corredor Metropolitano São Mateus-Jabaquara, operadas pela concessionária Metra, terão suas tarifas alteradas de R$ 2,65 para R$ 2,90. O ônibus executivo que liga o aeroporto de Guarulhos a diversos pontos da capital terá a tarifa reajustada em 6,5% --de R$ 31 para R$ 33. A linha que interliga a estação Tatuapé do metrô ao aeroporto será reajustada em 6,06%, passando de R$ 3,80 para R$ 4,05.

PROTESTOS Desde que o aumento da passagem de ônibus foi anunciado, uma série de protestos acontecem na cidade contra o novo valor. A Câmara Municipal de São Paulo marcou para o dia 12 de fevereiro uma audiência pública sobre o assunto, após protesto de estudantes e integrantes do Movimento Passe Livre no plenário da Câmara.    

veja também