MENU

Tarso defende reforma política para evitar casos de corrupção como no DF

Tarso defende reforma política para evitar casos de corrupção como no DF

Atualizado: Sexta-feira, 4 Dezembro de 2009 as 12

O ministro Tarso Genro (Justiça) disse ontem que casos de corrupção como os revelados no governo do Distrito Federal irão se repetir enquanto o Brasil não realizar uma reforma política e voltou a defender a instituição do financiamento público de campanha para inibir a troca de favores.

Segundo ele, o financiamento público de campanha inibiria as relações entre políticos e empresas que fazem doações ilegais em troca de favorecimentos em contratos públicos.

Tarso disse que o aumento do controle, por meio dessa modalidade de financiamento, minimizaria a troca de favores entre o político e quem banca as campanhas.

''[Financiamento público] reduziria drasticamente o achaque que os políticos fazem em relação aos empresários. E reduziria o grau de corrupção ativa dos empresários sobre os políticos. Poderia terminar essa relação perversa'', disse o ministro, em Porto Alegre.

O ministro também disse que escândalos políticos são revelados com maior frequência por causa, segundo ele, do aumento das investigações dos casos de corrupção. ''Não é verdade que a política esteja podre no Brasil. O que há é um ataque frontal à corrupção em todos os níveis.''

Provável nome petista na disputa pelo governo do Rio Grande do Sul, Tarso esteve na capital gaúcha para se reunir com empresários e participou do lançamento do programa ''Território da Paz'' na zona metropolitana de Porto Alegre.

veja também