MENU

Taxista que não usar taxímetro pode perder permissão para circular no Rio

Taxista que não usar taxímetro pode perder permissão para circular no Rio

Atualizado: Quinta-feira, 3 Março de 2011 as 12:53

Depois de anunciar que os táxis convencionais - de cor amarela com faixa azul - do município do Rio, vão poder circular utilizando a tarifa 2 durante o carnaval, a Subsecretaria de Fiscalização (SubF) da Secretaria municipal de Transportes (SMTR) informou que os taxistas que cobrarem corridas sem o uso do taxímetro poderão ter sua permissão para circular cassada.

De acordo com a Secretaria, os passageiros devem ficar atentos a conduta dos taxistas e denunciar os casos de abuso, seja comunicando a polícia ou um agente de trânsito. O motorista que for flagrado cobrando a corrida “no tiro” – quando um valor é cobrado pelo taxista sem que o taxímetro seja ligado – sofrerá penalidades administrativas, incluindo a máxima delas que é a cassação da autonomia do permissionário.

Durante os dias de carnaval as ações dos agentes da SMTR serão intensificadas em diversos pontos do Rio para combater possíveis irregularidades na prestação do serviço de táxi. Para denúncias, os usuários podem utilizar o “Dique Transporte”, serviço prestado pela Secretaria municipal de Transportes, discando o número 2599-4728.

Cinco táxis apreendidos em dez dias

Em aços realizados no Píer Mauá, equipes de fiscais da SMTR flagraram, nos últimos dez dias, cinco taxistas cobrando corridas sem o uso do taxímetro. Todos foram multados e tiveram o veículo lacrado e retirado de circulação pelos agentes.    

veja também