MENU

TCU descobre esquema de fraudes na saúde pública

TCU descobre esquema de fraudes na saúde pública

Atualizado: Quarta-feira, 6 Julho de 2011 as 11:06

                                    Os recursos que deveriam ser aplicados na saúde pública eram desviados para o tratamento de pacientes que já morreram. O dinheiro que falta nos hospitais é gasto até com pacientes que já morreram. Foram R$ 14 milhões desviados dos cofres públicos, segundo auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU).

A fraude foi descoberta em Fortaleza, Aparecida de Goiânia, Belém, Recife e Campina Grande. Há nove mil casos de internações e cirurgias pagas pelo governo, que estão cadastradas como se tivessem sido feitas, mas os pacientes já estavam mortos. Segundo José Jorge, ministro do TCU, essa é uma irregularidade extrema e novas irregularidades podem sugir caso o sistema permita. "Por exemplo, inventar cirurgias, procedimentos e inventar internações."

O TCU determinou que o Ministério da Saúde melhore o sistema de controle para evitar irregularidades nos dados. Em nota, o ministério informou que já está fazendo isso e que considera inaceitável o desvio de recursos públicos.

A constituição define quanto cada estado deve destinar para a saúde, mas uma lei precisa dizer como cada estado deve usar o dinheiro. O Congresso Nacional prometeu resolver esse assunto, mas adiou novamente a votação. "Não dá para votar porque não tem acordo os governadores", disse o deputado federal José Guimarães (PT-CE), vice-líder do governo.          

veja também