MENU

Técnicos analisam 'caixa-preta' de trens que colidiram em SP

Técnicos analisam 'caixa-preta' de trens que colidiram em SP

Atualizado: Quarta-feira, 13 Julho de 2011 as 1:34

A perícia tem até 30 dias para apontar a causa do acidente com os trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), ocorrido nesta terça-feira (12) na Zona Oeste de São Paulo. Mas os peritos dizem que esse resultado pode sair antes. Mais de 40 pessoas ficaram feridas no acidente e uma continua internada. A colisão aconteceu na linha que vai da Luz, no Centro da capital paulista, até Jundiaí.

Nos trens, existe uma espécie de caixa-preta, chamada "registrador de eventos", que armazena todos os passos da viagem. Ela já está sendo analisada pelos técnicos. Os trens estão passando por perícia em uma oficina na Lapa. Essa análise dura ainda alguns dias, mas a CPTM não soube precisar quantos. A companhia diz que o condutor acionou o freio de emergência, mas que não foi possível parar o trem a tempo de evitar a batida. Será investigado ainda se os dispositivos de sinalização estavam funcionando corretamente naquele momento.     Os dois trens colidiram no início da tarde desta terça-feira na Estação Palmeiras/Barra Funda. A composição que chegava na estação bateu na que estava parada, aguardando autorização para seguir viagem. A CPTM disse que o trem estava a menos de 20 km/h. Cerca de 600 passageiros estavam nos trens – 42 ficaram feridos. A circulação foi interrompida por 20 minutos. Depois, os trens foram desviados para uma linha auxiliar.

Uma pessoa continuava internada no início da tarde desta quarta-feira (13) e a CPTM disse que ela não corre risco de morte. É um homem de 44 anos, que está na Santa Casa. Ele fraturou o rosto. O presidente da CPTM, Mário Bandeira, diz que espera que a sindicância sobre o acidente seja concluída antes dos 30 dias. “É prematuro indicar alguma conclusão, se foi falha humana, de equipamento, ou de informação”, afirmou. Segundo ele, os passageiros podem confiar no sistema de controle de trens da CPTM.          

veja também