MENU

Televisores terão selo do INMETRO para indicar consumo de energia no modo stand by

Televisores terão selo do INMETRO para indicar consumo de energia no modo stand by

Atualizado: Quarta-feira, 13 Agosto de 2008 as 12

A partir deste mês, todos os televisores de tecnologia convencional (tubo) fabricados no Brasil trarão o selo do INMETRO indicando o nível de consumo de energia do modo stand by. A iniciativa integra o Programa Brasileiro de Etiquetagem e teve a participação e o apoio dos fabricantes associados a Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos (ElETROS).

Diversos fabricantes associados a ELETROS já haviam se antecipado ao início da vigência da obrigatoriedade da etiquetagem, inserindo o selo desde setembro de 2007 de forma voluntária.

O trabalho para inserir os televisores no Programa Brasileiro de Etiquetagem iniciou em 2004. A definição dos quatro níveis de classificação de consumo de energia (A, B, C e D) ocorreu em setembro de 2005, simultaneamente à realização dos primeiros testes, que se estenderam até setembro do ano passado, quando as empresas iniciaram voluntariamente o programa de etiquetagem.

Além do selo indicando os níveis de consumo, a indústria também ampliou os esforços para redução do consumo de energia dos televisores, verificando-se já em 2007 um importante avanço na eficiência do stand by, com um número crescente de modelos inseridos nos níveis de maior eficiência energética, graças às mudanças realizadas nos sistemas de circuito dos televisores.

No nível A, de maior eficiência, o consumo é igual ou inferior a 1 watt; variando nos outros níveis (B, C e D) até o limite de 8,2 watts. Do total de 152 modelos de televisores de tecnologia convencional inseridos no Programa Brasileiro de Etiquetagem no ano passado, 32,24% deles já estavam enquadrados na categoria A, de maior eficiência energética; 30,92% na categoria B; 34,21% na categoria C e apenas 2,63% na categoria D, de menor eficiência.

Além dos televisores, os refrigeradores, freezers, condicionadores de ar do tipo split e de janela, lavadoras de roupa, fogões e fornos a gás estão inseridos no Programa Brasileiro de Etiquetagem e contam com o selo Procel.

Em relação aos televisores, a ELETROS ressalta que, embora a etiquetagem seja obrigatória a partir deste mês, o varejo ainda terá um prazo para comercializar produtos sem o selo para escoar o estoque existente.

veja também