MENU

Temporal em Belo Horizonte causa inundações e interdita duas avenidas

Temporal em Belo Horizonte causa inundações e interdita duas avenidas

Atualizado: Quinta-feira, 15 Dezembro de 2011 as 4:19

Kombi fica quase submersa em inundação no bairro Suzana, Região da Pampulha, em Belo Horizonte (Foto: Pedro Triginelli/G1)

  O temporal que atinge a Região Metropolitana de Belo Horizonte desde a noite desta quarta-feira (14)  causa transtornos e interdita duas avenidas na capital. O Corpo de Bombeiros registrou nesta quinta-feira (15), três desabamentos, oito inundações, cinco deslizamentos, 26 quedas de árvores e 17 perigos de desabamentos. Não há registro de morte.

As avenidas Cristiano Machado e Antônio Carlos são as vias mais afetadas pelo temporal na capital mineira, e estão completamente interditadas em alguns pontos. A Avenida Cristiano Machado está alagada próximo ao bairro 1º de Maio. E a Antônio Carlos, no entorno da barragem da Pampulha.       Avenida Cristiano Machado fica completamente interditada no bairro Suzana, Região da Pampulha (Foto: Pedro Triginelli/G1)

A Região da Pampulha também foi atingida por inundações, com alagamentos no bairro Itapoã, e nas proximidades do Aeroporto da Pampulha. O terminal aeroviário funciona na tarde desta quinta-feira (15) por instrumentos. Segundo a Infraero, não houve cancelamentos ou atrasos em voos. O Aeroporto Internacional Tancredo Neves também funciona por instrumentos. Dois voos, que sairiam do Rio de Janeiro, foram cancelados.

Por volta das 14h, a Polícia Rodoviária Federal  (PRF) informou que um bloco de pedra rolou sobre a BR-381, no km 419, em Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Parte da terceira faixa da pista, no sentido capital, foi tomada.

Em Ribeirão das Neves, na Grande BH, duas pessoas foram resgatadas pelos bombeiros após terem sido impedidas de sair de casa por um muro que atingiu a residência. Ainda segundo a corporação, no mesmo local, diversas casas foram inundadas pelo alto volume de água. Vários moradores ficaram desabrigados. A Defesa Civil foi informada. Os militares informaram que não houve feridos em nenhuma das ocorrências.

No bairro Gutierrez, região Oeste de Belo Horizonte, uma cratera se formou na Avenida Américo Macedo. De acordo com a Comdec, o problema foi causado pelo rompimento da rede da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa). A empresa foi acionada e interrompeu o abastecimento de água. A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil esteve no local e interditou um prédio residencial localizado na avenida.

A chuva também causou prejuízos em Mariana, na Região Central do estado. Várias ocorrências de deslizamento e alagamento foram registradas na cidade pela Defesa Civil Municipal. De acordo com a Prefeitura de Mariana, o temporal começou na madrugada desta quinta-feira (15). Não há registro de vítimas.     Morador tenta atravessar rua no bairro Suzana, na Região da Pampulha (Foto: Pedro Triginelli/G1)          

veja também