MENU

Termina este mês primeira etapa da vacinação contra febre amarela no PR

Termina este mês primeira etapa da vacinação contra febre amarela no PR

Atualizado: Quinta-feira, 14 Abril de 2011 as 9:20

Os paranaenses que moram nas regiões de Ponta Grossa, Guarapuava, Foz do Iguaçu, Cascavel e Toledo têm até 31 de abril para se vacinar contra a febre amarela silvestre. A prioridade são os residentes da zona rural. De acordo com a Secretaria Estadual de Educação, a primeira etapa deve atringir 84 municípios. Para aqueles que já tomaram a vacina, a dose deve ser reforçada a cada dez anos.

A febre amarela é infecciosa aguda, de curta duração, no máximo 10 dias, e apresenta duas variações a urbana e a silvestre – que é o foco da campanha do Ministério da Saúde. A doença é transmitida apenas pela picada dos mosquitos transmissores infectados. Não existe a transmissão de pessoa para pessoa e os sintomas são: febre, dor de cabeça, calafrios, náuseas, vômito, dores no corpo, a pele e os olhos ficam amarelos e hemorragias de gengivas, nariz, estômago, intestino e urina. A doença também pode ocorrer em macacos.

A campanha foi dividida em cinco etapas e a última termina em dezembro. No Paraná, Curitiba será a única cidade onde a população não será convocada para vacinação, mas, segundo informações da Secretaria Estadual de Saúde, nos postos de saúde haverá doses para os viajantes.

Em 2008, depois de 42 anos, o Paraná registrou dois casos da doença em humanos em Laranjal, no Oeste do Paraná. No mesmo ano, três casos se manifestaram no estado, mas foram adquiridos em Goiás, Mato Grosso do Sul e no Paraguai.

A vacina contra febre amarela é obrigatória para quem vai viajar para países da América do Sul ou da África. Para viagens nacionais, o Ministério da Saúde recomenda a vacinação para a maioria dos estados.            

veja também