MENU

'Testamos teleférico do Alemão para o povo usar com segurança?, diz Lula

'Testamos teleférico do Alemão para o povo usar com segurança?, diz Lula

Atualizado: Terça-feira, 21 Dezembro de 2010 as 12:57

Após desembarcar no Conjunto de Favelas do Alemão de teleférico , nesta terça-feira (21), o presidente Luís Inácio Lula da Silva assistiu a inauguração, por teleconferência, de obras de extensão da BR-101 e a entrega de 144 casas do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Rocinha, na Zona Sul do Rio.

“Testamos o teleférico do Alemão para o povo usar em março com segurança. Também trouxemos o Nuzman, presidente do COB, para que ele possa mostrar para os gringos que temos capacidade e que vamos fazer uma olimpíada melhor do que eles fizeram”, disse o presidente.

Lula também falou da autoestima da população do Alemão: “Vim com o vidro aberto cumprimentando as pessoas na rua e vi como a população está confiante”, afirmou.

Duplicação da Rio-santos

Durante a inauguração da BR-101, o presidente afirmou que as visam dar mais segurança aos usuários da rodovia. Foram inaugurados 26 km da duplicação entre Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio, e Itacuruça, na Costa Verde. Foram investidos R$ 254 milhões nas obras.

Já na entrega das 144 casas na Rua 4 da Rocinha, o presidente leu carta com histórias de moradores da comunidade. Esta é a primeira rua da favela com fiação embutida. O objetivo é que a via se torne exemplo para as demais vielas da localidade. Após a urbanização, segundo o governo, os índices de tuberculose foram reduzidos no local.

Investimento do governo federal

Segundo o presidente, o governo federal investiu R$ 2,4 bilhões nas favelas da Rocinha, Manguinhos, Rocinha, Alemão e Dona Marta, no Rio, e Preventório, em Niterói, na Região Metropolitana.

O vice-governador Luiz  Fernando Pezão anunciou que mais R$ 1 bilhão da União serão investidos nas 13 favelas que têm Unidade de Polícia Pacificadora. Sérgio Cabral e Eduardo Paes entregaram a chave do Rio ao presidente, além de um recibo de mais de R$ 2 bilhões investidos na cidade em dois anos.    

veja também