MENU

Testemunha no processo contra fundador da Gol é baleada em Goiás

Testemunha no processo contra fundador da Gol é baleada em Goiás

Atualizado: Quarta-feira, 23 Fevereiro de 2011 as 6:52

Dez dias antes de prestar depoimento, a testemunha de acusação no processo contra o empresário Nenê Constantino, fundador da Gol Linhas Aéreas, que é acusado de homicídio, foi baleada.

Veja o site do Jornal da Globo

João Marques dos Santos foi baleado três vezes na última sexta-feira (18), e permanece internado num hospital de Brasília. Segundo a polícia, ele não corre risco de morrer.

João Marques foi atingido assim que saiu de casa, em Águas Lindas, Goiás. Ele é ex-funcionário de Nenê Constantino, e é a principal testemunha contra o empresário num processo em que o fundador da Gol é acusado de homicídio.

saiba mais Nenê Constantino é preso no Distrito Federal Empresário Nenê Constantino é indiciado por homicídio no DF João Marques é suspeito de ser um ex-pistoleiro, e suspeito também de ter participado do assassinato de duas pessoas, a mando de Constantino. Seu depoimento está marcado para 1º de março.

O fundador da Gol é suspeito de ser o mandante do assassinato do líder comunitário Márcio Leonardo Brito, em outubro de 2001. Márcio era líder de um grupo de pessoas que ocupava um terreno do empresário.   Do G1, com informações do Jornal da Globo

veja também