MENU

TJ diz que processos em que falso advogado atuou podem ser anulados

TJ diz que processos em que falso advogado atuou podem ser anulados

Atualizado: Sexta-feira, 13 Maio de 2011 as 8:35

O Tribunal de Justiça de São Paulo informou pode anular todos os processos e audiências em que atuou o falso advogado preso nesta quarta-feira (11) em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo. Isso pode acontecer se os clientes defendidos por ele não forem prejudicados com a anulação, como prevê a lei.

O advogado foi preso em flagrante dentro do Fórum da cidade. O juiz desconfiou quando ele defendia um réu em uma audiência. Ele não tinha registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Já na polícia, a ficha do falso advogado é extensa: são mais de 40 páginas com passagens por furto e estelionato.

Ele vai responder agora também por uso de identidade falsa e por exercício ilegal da profissão. Foi a primeira vez que o homem tentou atuar em Mogi das Cruzes. Para a polícia, ele disse que participou ilegalmente de 60 audiências principalmente em fóruns de Santo André e na Barra Funda, na capital paulista.

Ele sempre escolhia como clientes pessoas que respondiam a processos criminais. Em 2007, já havia sido preso pelo mesmo crime.

Apesar de poder anular os processos, o Tribunal não informou se vai apurar as responsabilidades dos juízes de audiências de que o preso alega ter participado.        

veja também