MENU

TJ-RJ mantém condenação de Dado por agressão à Luana, diz advogado

TJ-RJ mantém condenação de Dado por agressão à Luana, diz advogado

Atualizado: Quarta-feira, 21 Setembro de 2011 as 12:32

Dado Dolabella foi condenado a 2 anos e

9 meses de prisão (Foto: Thamine Leta / G1)

  O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ)  manteve a decisão de condenar o ator e cantor Dado Dolabella a 2 anos e 9 meses de prisão , em regime aberto, pela agressão à Luana Piovani e à camareira Esmeralda de Souza, conhecida como Esmê, ocorrida em 2008. De acordo com o advogado Michel Assef Filho, que defende Dado, a decisão da 4ª Câmara do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) tomada na terça-feira (20) não foi unânime e, por isso, cabe recurso no próprio TJ-RJ.

"Um dos três desembargadores entendeu que não deveria ser aplicada a Lei Maria da Penha, porque não era caso de violência doméstica", explicou o advogado. "Após o acórdão, vamos recorrer no próprio tribunal".

O ator já havia sido condenado , em agosto de 2010, pelo 1º Juizado de Violência Doméstica Familiar contra a Mulher do Rio, por lesão corporal.

Segundo a denúncia, Dado Dolabella agrediu a atriz Luana Piovani e a camareira Esmê, no dia 22 de outubro de 2008, em uma boate na Gávea, na Zona Sul do Rio.          

veja também