MENU

Torcedores começam a enfeitar ruas onde moram de verde e amarelo

Torcedores começam a enfeitar ruas onde moram de verde e amarelo

Atualizado: Quinta-feira, 27 Maio de 2010 as 9:56

Já virou uma espécie de programa obrigatório antes da Copa: de quatro em quatro anos, vizinhos se unem para enfeitar ruas, bairros inteiros, em todo o Brasil. O resultado é muito bonito.

Em terra de samba, as torcidas organizadas já ensaiam como pretendem assistir à Copa. Nas ruas, o que se vê são moradores mobilizados. Recortam, pintam, dedicam boa parte do tempo para preparar o país.

''Todo mundo ajudando, nós vamos fazer uma rua bonita é esperando o hexa do Brasil que está para vir'', fala um morador.

Uma rua em Vila Isabel, na Zona Norte do Rio, já tem tradição em época de jogos. Quem vive lá mais uma vez capricha na decoração.

''Vai ter uma estrutura de palha, junto com máscaras. A África é aqui, se você não for para Copa vem pra cá'', convida o motorista Carlos Alberto de Lima.

É do alto que se vê como a cidade já está colorida. As pinturas enfeitam o chão e as paredes. Em outra rua, cerca de 40 moradores se revezam em turnos, tudo tem que ficar pronto até os jogos.

''Pelo menos três churrascos a gente faz, três já estão garantidos para os jogos do Brasil na primeira fase'', fala o estudante Otávio Valentin.

Desde 82, um grupo de moradores acompanha a Copa do Mundo em grande estilo. Este ano coube a Miguel a missão de bater de porta em porta pedindo colaborações. A decoração da rua ainda não terminou, mas o dinheiro arrecadado já. Para conseguir mais verba, a diversão da garotada agora é fazer um pequeno pedágio, e o motorista que entra de carro é convidado a colaborar.

''Pela Seleção vale tudo'', fala uma motorista.

''Fizemos um campo de futebol de botão, temos os botões aqui representando a Seleção Brasileira e do outro lado a seleção da rua. Vamos torcer muito mais feliz se já estivermos preparando o nosso clima para assistir o jogo e torcer pelo Brasil'', explica o professor Miguel Saraiva.

''Vamos ser campeão, isso que importa'', diz um colaborador.

veja também