Tráfego segue tranquilo nas principais rodovias de São Paulo

Tráfego segue tranquilo nas principais rodovias de São Paulo

Atualizado: Quarta-feira, 9 Março de 2011 as 9:10

Os motoristas que deixaram para voltar à capital paulista por volta das 8h30 desta quarta-feira (9) não encontravam problemas nas principais rodovias do estado.

Castello Branco e Raposo Tavares

As rodovias Castello Branco e Raposo Tavares, que ligam São Paulo ao interior do estado, apresentavam tráfego normal nos dois sentidos, de acordo com a CCR Via Oeste, concessionária que administra as duas estradas.

Anhanguera e Bandeirantes

Os motoristas que trafegavam pelas rodovias Anhanguera e Bandeirantes, no mesmo horário, também não encontravam lentidão. De acordo com a Autoban, o tráfego era considerado normal e não havia registro de acidentes.

Dutra

A Rodovia Presidente Dutra apresentava tráfego normal por volta das 8h30, de acordo com a Nova Dutra, concessionária que administra a rodovia.     Ayrton Senna e Carvalho Pinto

O motorista que trafegava pelo corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto encontrava boas condições de tráfego, nos dois sentidos, por volta das 8h30. Na Rodovia Hélio Smidt, que dá acesso ao Aeroporto Internacional de Guarulhos, na Grande São Paulo, o fluxo de veículos também é bom. De acordo com a Ecopistas, a visibilidade é boa em todas as rodovias administradas pela concessionária.

Fernão Dias

Na Rodovia Fernão Dias o tráfego fluía normalmente, por volta das 8h30, sem registro de incidente relevante em toda sua extensão, de acordo com a Auto Pista Fernão Dias.

Régis Bittencourt

O motorista que voltava à capital paulista, no mesmo horário, pela Rodovia Régis Bittencourt encontrava tráfego fluindo bem e sem pontos de parada, de acordo com Auto Pista Bittencourt, que administra a estrada.

Sistema Anchieta-Imigrantes

O tráfego também era normal, por volta das 8h30, no Sistema Anchieta-imigrantes. De acordo com a Ecovias, que administra o Sistema, cerca 296 mil que deixaram a capital com direção ao litoral já subiram a serra. Faltam retornar a São Paulo por volta de 31 mil veículos.       

veja também