MENU

Trânsito: estudantes se sentem inseguros no caminho para a escola

Trânsito: estudantes se sentem inseguros no caminho para a escola

Atualizado: Quarta-feira, 6 Janeiro de 2010 as 12

A insegurança atinge quase 10% dos alunos da rede pública. É o que aponta a Pense (Pesquisa Nacional da Saúde do Escolar), realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísitica).

A falta de segurança no trânsito é um das razões para os estudantes deixarem de ir para a escola. No geral, 6,4% dos jovens entrevistados não frequentam a escola por se sentirem inseguros no trajeto da casa para a escola e no próprio estabelecimento de ensino.

As capitais que apresentaram maior percentual de abstenção dos alunos foram Belém (7,8%) e Maceió (7,7%). Florianópolis foi a capital que teve o menor percentual (4,3%).

Outros motivos

Agressão física, uso de arma de fogo e branca e bullyng são outros itens relacionados à segurança que fazem com que os jovens deixem de frequentar a escola.

Já a proporção de alunos que deixaram de frequentar o ambiente escolar por falta de segurança no próprio estabelecimento alcançou 5,5%, tendo variado de 3,4% em Porto Velho a 7,3%, em Macapá.

Metodologia

A Pense entrevistou 618.555 escolares do nono ano do Ensino Fundamental frequentando a escola nas capitais brasileiras e no Distrito Federal. No total, 293.596 (47,5%) são do sexo masculino e 324.958 (52,5%), do sexo feminino

Cerca de 80% dos alunos (489.865) estudavam em escolas públicas e 20,8% (128.690, em escolas privadas.

veja também