MENU

TRE-RJ mantém cassação de Rosinha e inelegibilidade de Garotinho

TRE-RJ mantém cassação de Rosinha e inelegibilidade de Garotinho

Atualizado: Segunda-feira, 28 Junho de 2010 as 11:40

O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Rio de Janeiro decidiu manter a decisão que em maio tornou inelegível por três anos o ex-governador Anthony Garotinho (PR).

Na tentativa de disputar o governo do Rio nas eleições deste ano, Garotinho marcou para quarta-feira a convenção do partido. No entanto, para registrar sua candidatura até 5 de julho, precisa derrubar a decisão do TRE no TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

O tribunal rejeitou recurso do ex-governador e ainda tornou inelegível sua mulher Rosinha Garotinho (PR), prefeita de Campos dos Goytacazes (RJ). O TRE-RJ também manteve hoje a cassação da prefeita.

TRE do Rio de Janeiro mantém cassação de Rosinha e inelegibilidade de Garotinho por três anos

O casal foi acusado de abuso de poder econômico ao supostamente usar uma rádio em benefício da eleição de Rosinha em 2008.

O TSE havia decidido aguardar a decisão da Justiça Eleitoral do Rio antes de se pronunciar sobre o assunto. ''Levando em conta, ainda, que o registro das candidaturas ocorrerá até 5 de julho, entendo que se deva aguardar o citado julgamento'', afirmou o ministro Marcelo Ribeiro.

OUTRO LADO

Em maio, Garotinho afirmou em seu blog que a decisão é mais uma covardia contra ele, além de um julgamento político.

''É bom deixar claro, que a decisão não tem aplicação imediata, ou seja: somente após analisado e julgado o mérito pelo TSE, é que a prefeita teria que deixar o cargo. O mesmo caso se aplica a mim'', afirmou na ocasião.

Hoje, ele ainda não se pronunciou sobre a decisão do TRE.

Por Hudson Corrêa

veja também