Trem do Corcovado volta a funcionar depois de um dia de interrupção

Trem do Corcovado volta a funcionar depois de um dia de interrupção

Atualizado: Segunda-feira, 3 Novembro de 2008 as 12

Os turistas que visitaram o Cristo Redentor no domingo, 2 de outubro, puderam subir o Corcovado de trenzinho. No sábado, 1º de novembro, a Justiça Federal autorizou, por meio de liminar, a empresa que administra os trens a retomar as operações, suspensas por falta de contrato com a dona da concessão, a União. Os trens voltaram a funcionar no início da manhã. O primeiro carro com passageiros saiu às 8h30.

Com o dia de sol, a expectativa da Estrada de Ferro do Corcovado foi atender, ao longo do dia, cerca de mil turistas. Segundo balanço da empresa, cerca de 200 pessoas deixaram de usar os trens no sábado, com a suspensão do serviço. "Como o tempo estava nublado, não tivemos muito prejuízo. Poucas pessoas procuraram o trenzinho", afirma o administrador, Sávio Neves.

Segundo ele, no sábado a empresa procurou a Justiça para restabelecer o funcionamento dos trens, autorizado por meio de liminar. "Agora, a empresa  tem até o dia 11 para acertar o novo contrato com a União. Temos apenas que resolver formalidades jurídicas, apresentar os últimos documentos", afirmou Neves.

A Estrada de Ferro do Corcovado, ainda questiona na Justiça a condução da licitação, da qual foi vencedora, para a operação dos trens. A concorrência foi feita pela Secretaria do Patrimônio da União, do Ministério do Planejamento. Apesar da disputa jurídica que deve continuar, os turistas que visitaram o Cristo foram surpreendidos com a volta dos trenzinhos.

A contadora Michelle Rodrigues, disse que ela e o marido estavam preparados para subir o Corcovado de van, mas com a volta dos trenzinhos não teve dúvidas. "O bondinho fechado ia acabar com parte da graça do passeio, mas eu ia de van mesmo assim. Agora, cheguei aqui e tive uma surpresa boa. O passeio vai ser mais barato e mais gostoso", disse. O valor do passeio de trem é de R$ 36 por pessoa. A subida por meio de vans ou taxis pode sair por mais de R$ 100.

Postado por: Claudia Moraes

veja também