MENU

Tremor de terra de 3,1 graus atinge Uberaba e mais cinco cidades mineiras

Tremor de terra de 3,1 graus atinge Uberaba e mais cinco cidades mineiras

Atualizado: Quarta-feira, 1 Outubro de 2008 as 12

Tremor de terra de 3,1 graus atinge Uberaba e mais cinco cidades mineiras

Um tremor de terra atingiu o sul de Minas Gerais na tarde desta segunda-feira, 29 de setembro. O Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB) estima que o abalo sísmico tenha começado às 12h20 e atingido 3,1 graus na escala Richter, nível considerado de alerta.

O tremor foi sentido nas cidades mineiras de Uberaba, Conquista, Ponte Alta, Sacramento, Santa Juliana e Nova Ponte, distribuídas num raio de 50 quilômetros. De acordo com o observatório, em Uberaba houve relatos de queda de objetos domésticos e de móveis deslocados pelo tremor.

O fenômeno foi registrado por duas estações do observatório localizadas em Brasília, distantes cerca de 460 quilômetros do possível epicentro do tremor. De acordo com o chefe do observatório, George Sand França, essa distância dificulta o trabalho de identificar o epicentro e a intensidade exata do tremor. "Vai demorar um pouco para termos informações mais precisas", disse ele à Agência Brasil.

Em nota, o 8º Batalhão de Bombeiros, de Uberaba, informou que pessoas querendo informações sobre o que havia acontecido congestionaram os telefones da corporação dez minutos após o início dos tremores. Equipes foram deslocadas para inspecionar os bairros onde o abalo foi sentido com mais intensidade. Embora ninguém tenha ficado ferido e nenhum dano tenha sido registrado, em Uberaba os bombeiros continuam em alerta.

O maior terremoto já registrado no Brasil, com 6,2 graus na escala Richter, ocorreu em 31 de janeiro de 1955, no norte de Mato Grosso. De acordo com o Observatório Sismológico da UnB, embora o país não esteja sujeito a grandes terremotos, quase todos os dias ocorrem pequenos tremores de terra, os chamados microtremores, que não causam danos à população.

Há dez dias, um tremor de 2,1 graus foi registrado nas cidades cearenses de Meruoca, Sobral e Alcântaras.

Postado por: Claudia Moraes

veja também