MENU

TRF julga Leonardo Bandarra e Deborah Guerner nesta quinta-feira

TRF julga Leonardo Bandarra e Deborah Guerner nesta quinta-feira

Atualizado: Quinta-feira, 19 Maio de 2011 as 9:02

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região marcou para esta quinta-feira (19) o julgamento do processo envolvendo o ex-procurador-geral do Ministério Público do Distrito Federal Leonardo Bandarra e a promotora de Justiça Deborah Guerner. Com isso, Bandarra e Guerner podem ser os primeiros acusados de envolvimento no suposto esquema de corrupção conhecido como mensalão do DEM a serem condenados pela Justiça.

A acusação, feita pelo Ministério Público Federal em outubro do ano passado, trata do crime de corrupção passiva. Segundo denúncias do delator do suposto esquema, Durval Barbosa, Guerner e Bandarra teriam cobrado R$ 2 milhões do ex-governador José Roberto Arruda para não divulgarem o vídeo em que ele aparece recebendo dinheiro de Durval Barbosa. O ex-procurador-geral do Ministério Público do DF e a promotora negam as acusações.

Processo administrativo

Na última terça-feira (17), o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) determinou que seja pedida à Justiça a demissão de Bandarra e Guerner. Na ocasião, nove conselheiros defenderam a condenação do ex-procurador-geral e da promotora. Apenas o conselheiro Achiles Siquara votou pela absolvição do ex-procurador e pela demissão da promotora. Não cabe recurso ao Conselho que possa modificar a decisão.

O pedido de demissão será enviado à Justiça pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel. Enquanto aguardam a decisão da Justiça sobre o desligamento do MP, os acusados não poderão exercer a função e não receberão salário.          

veja também