MENU

Tribunal Regional Eleitoral desaprova contas de campanha de Maluf

Tribunal Regional Eleitoral desaprova contas de campanha de Maluf

Atualizado: Quarta-feira, 29 Junho de 2011 as 10:35

Decisão contra Maluf cabe recurso ao TSE (Foto: Roney Domingos/G1)

  O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) desaprovou na terça-feira (28), por quatro votos a três, as contas de campanha prestadas pelo deputado federal Paulo Maluf (PP) nas eleições de 2010. Cabe recurso da decisão ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Segundo o julgamento, as contas apresentadas por Maluf não registraram serviços prestados por uma empresa responsável por placas adesivadas, no total de R$ 168.650.

O montante, revelado após auditoria realizada pela Secretaria de Controle Interno do TRE, representa 21% do total arrecadado pelo então candidato.

Ao ser contatado pelo G1 , Maluf pediu que entrasse em contato com seu advogado Eduardo Nobre. O defensor, porém, não retornou as ligações até a publicação desta reportagem, por volta das 9h40.     De acordo com o TRE, num primeiro momento a empresa que produziu as placas informou que o beneficiário dos serviços prestados era Paulo Maluf. Depois, a empresa afirmou ter havido erro de uma funcionária ao lançar as notas fiscais e que os serviços foram de fato prestados à empresa Eucatex.

Para o desembargador Walter de Almeida Guilherme, presidente do TRE-SP e responsável pelo voto de desempate, “diante da duplicidade de informações, o serviço foi prestado ao candidato, e não à Eucatex”.

Segundo o desembargador, o fato de haver três notas emitidas em datas diferentes e com anotações manuscritas mencionando o candidato é mais uma evidência contra o deputado. “Não creio tenha havido equívoco nas anotações contidas nas três notas fiscais”, disse em sua decisão o presidente do TRE-SP.

veja também