MENU

Um mês após morte de Juan, ONG faz protesto contra violência no Rio

Um mês após morte de Juan, ONG faz protesto contra violência no Rio

Atualizado: Terça-feira, 19 Julho de 2011 as 8:44

A ONG Rio de Paz organiza, nesta terça-feira (19), um protesto contra a violência e a impunidade no Rio, um mês após a morte do menino Juan Moraes, de 11 anos . O corpo do menino foi encontrado mais de duas semanas após desaparecer num tiroteio durante uma operação policial no dia 20 de junho, na comunidade Danon, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

Voluntários do movimento estão desde às 4h fixando 177 placas com a pergunta "Quem Matou Juan?", no Aterro do Flamengo, na Zona Sul. A manifestação será mantida durante toda a terça-feira.

Quatro policiais militares são suspeitos de assassinar o garoto durante o tiroteio na comunidade Danon, onde ele morava. Os PMs foram afastados das ruas pelo comandante-geral da PM. Outros sete policiais que estavam patrulhando a comunidade no dia da operação policial também são investigados.     Dois cabos admitiram em depoimento ter participado do tiroteio no dia que Juan desapareceu. O irmão do menino e um outro jovem ficaram feridos no confronto e são testemunhas do caso.

A polícia aguarda a chegada de alguns laudos da perícia para decidir se pede ou não a prisão temporária dos policiais envolvidos, por homicídio e tentativa de homicídio.          

veja também